Fifa veta nome de Mané Garrincha no estádio de Brasília na Copa / Fifa prohibits name of Mane Garrincha in Brasilia stadium / La FIFA prohíbe nombre de Mane Garrincha en el estadio de Brasilia

Mais uma vez a FIFA atua com força ditatorial e proíbe que o nome do grande jogador brasileiro, Mané Garrincha, componha o nome do estádio de Brasília. Para isto, a FIFA conta com o apoio irrestrito de nossos governantes, que com uma atitude totalmente subserviente aceitam os desmandos desta organização e aprovam leis para que tudo aconteça como a FIFA quer. Mais um, entre tantos, absurdos e submissões que nossos governantes nos sujeitam. Uma tristeza e uma vergonha para o país!

——

Again FIFA acts with dictatorial force and prohibits the name of the great Brazilian player, Mane Garrincha, compose the name of the stadium in Brasilia. To do this, FIFA has the full support of our governments, that an attitude totally subservient to accept the excesses of this organization and to pass laws that everything happens as FIFA wants. Another one, among many, absurd and submissions that we are submitted by our rulers. A situation of sorrow and shame for the country!

——

Una vez más la FIFA actúa con fuerza dictatoriales y prohíbe el nombre del gran jugador brasileño, Garrincha Mane, componen el nombre del estadio en Brasilia. Con este fin, la FIFA tiene el pleno apoyo de nuestro gobierno, que una actitud totalmente servil a aceptar los excesos de esta organización y de aprobar leyes que todo sucede como FIFA quiere. Otro más, entre muchos, absurdo y la humillación que estamos sometidos por nuestros gobernantes. Una situación de tristeza y de vergüenza para el país!

——

BRENO COSTA
FILIPE COUTINHO
DE BRASÍLIA

260982-970x600-1

A Fifa, no entanto, decidiu que, durante as competições que organiza, o complemento “Mané Garrincha” não será permitido. E isso terá de ser respeitado em propagandas e divulgações dos eventos.

A entidade argumenta que as competições são de “interesse internacional” e que deve “manter a consistência dos nomes dos estádios”.

Contudo, outros estádios que também possuem nomes tradicionais, e, em tese, de difícil compreensão semântica para o público internacional, como Maracanã e Mineirão, não sofrerão mudança.

No que depender do governo do Distrito Federal, a Fifa não terá problemas legais em mudar temporariamente o nome do estádio –que sediará a abertura da Copa das Confederações e sete partidas do Mundial em 2014.

Embora o governo tenha afirmado, em nota enviada à Folha, “estar certo de que não haverá necessidade de mudança na arena da capital federal”, projeto de lei enviado semana passada pelo governador Agnelo Queiroz (PT) aos deputados distritais inclui artigo prevendo a troca.

Na prática, é uma manobra para atender a Fifa após derrota política em 2012. Já ciente do desejo da federação de não ter Mané Garrincha vinculado ao nome da arena, Agnelo vetou projeto de lei que assim o batizava. O veto foi derrubado pelos deputados.

Caso o texto agora proposto por Agnelo seja aprovado, abre-se também a brecha para que a Fifa associe o estádio a um determinado patrocinador. A entidade afirma que isso não irá acontecer.

Diz tratar-se de procedimento comum. Cita como exemplo os dois últimos mundiais, na África do Sul (2010) e na Alemanha (2006).

Neste último caso, o exemplo mais específico é a Allianz Arena, moderno estádio do Bayern de Munique, que durante a Copa de 2006 perdeu o nome da seguradora e recebeu um genérico: Arena de Munique.

Link original: Fifa veta nome de Mané Garrincha no estádio de Brasília na Copa

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s