E-book Análise Social do Território

Mais um lançamento do Observatório das Metrópoles. Você pode baixar clicando na imagem da capa ou na sessão de Textos Indicados > E-books. Boa Leitura!!!

——

Another release of the Observatory of the Metropolis. You can download by clicking on the cover image or the session about Indicated Texts > E-books. Have a Good Read!!

——

Otro lanzamiento del Observatorio de la Metrópoli. Usted puede descargar haciendo clic en la imagen del libro o en la sesión de Textos Destacados > E-books. Buena Lectura!

capa_ebook_analisedoterritorio

Análise Social do Território: metodologia para o estudo da estrutura urbana brasileira

O INCT Observatório das Metrópoles promove o lançamento do e-book “Análise Social do Território: fundamentos teóricos e metodológicos”, resultado da sistematização da metodologia utilizada pela pesquisa “Organização social do território das metrópoles – 1980/2010: padrões e evolução”, que integra a Linha II de pesquisa do instituto. Essa metodologia é orientada pela hipótese de que os processos socioespaciais em curso nas metrópoles brasileiras têm enorme importância na compreensão dos mecanismos societários de exclusão e integração, através de seus efeitos sobre a estruturação social; dos mecanismos de produção/reprodução de desigualdades sobre as condições e padrões de interação e de sociabilidade entre os grupos e classes sociais.

INTRODUÇÃO

O objetivo deste texto é apresentar a metodologia e os fundamentos teóricos de análise social do espaço urbano utilizados pela Rede Observatório das Metrópoles, descrevendo o conjunto de procedimentos técnicos que a operacionalizam. Esta análise constitui o núcleo central do programa de pesquisa do Observatório das Metrópoles no que concerne aos fenômenos de diferenciação, segmentação e segregação sócio-territorial nas regiões metropolitanas e sua relação com as desigualdades e as interações sociais. A sua adoção pelos núcleos integrados à Rede permite a análise comparativa sistemática e controlada entre as regiões metropolitanas e, além disso, a análise de sua evolução temporal.

O texto está organizado em oito seções, incluindo esta introdução. Na segunda seção, será apresentado o contexto econômico e social que justifica o tipo de análise proposto, dando destaque às mudanças ocorridas nas últimas décadas, no advento do processo do novo modelo de desenvolvimento capitalista decorrente da globalização e da crise do chamado “fordismo” e suas implicações no aumento das desigualdades sociais e na crise de sociabilidade que marcam as metrópoles contemporâneas.

Como a análise do território metropolitano se dá a partir da compreensão da estrutura social, na terceira seção serão apresentadas as principais contribuições teóricas relativas a esse conceito, para demonstrar a escolha teórica realizada pelo Observatório das Metrópoles na busca de compreensão da organização social do território metropolitano.

Na quarta, são apresentados os fundamentos teóricos utilizados para a elaboração do nosso modelo de análise fundado na construção tipológica de espaço que nos permite a descrição simultânea do espaço da totalidade para as partes. Os principais conceitos utilizados para interpretação do território urbano, a partir da elaboração da Tipologia Socioespacial do Observatório das Metrópoles, são também apresentados.

Na quinta seção, são apresentados os procedimentos técnicos, propriamente ditos, utilizados para a construção da Tipologia Socioespacial do Observatório das Metrópoles, tendo em vista o arcabouço teórico-conceitual que sedimenta sua elaboração. A fim de visualizar sua aplicação prática, ao final da seção, serão descritos os passos para a construção da Tipologia Socioespacial para a Região Metropolitana do Rio de Janeiro, a título de exemplo, considerando os dados censitários do ano de 2000. Serão também apresentados possíveis usos da Tipologia Socioespacial na análise social do território, a fim de identificar padrões organizacionais do território metropolitano, bem como sua evolução temporal.

A relação da Tipologia Socioespacial com outras dimensões da dinâmica de organização social do território é apresentada na sexta seção. Essa relação se concentra nos aspectos que mais evidenciam a diferenciação social no território metropolitano, tendo como exemplos alguns aspectos demográficos.

Na sétima seção, são discutidos os diferentes padrões de organização social do território metropolitano que podem ser captados através de índices de segregação residencial. Neste sentido, alguns exemplos são apresentados.

Na oitava seção, procuramos relacionar a organização social do território, tendo em vista sua diferenciação, segmentação e segregação, para refletir sobre as desigualdades sociais, entendida tanto em relação às desigualdades de oportunidades quanto em relação ao bem-estar urbano. Neste sentido alguns desafios são apresentados para a investigação, como: a falácia ecológica e as diferentes escalas em que se manifestam a segregação residencial.

E, na última seção, onde realizamos as considerações finais, daremos destaque para alguns trabalhos já realizados pelo Observatório das Metrópoles que utiliza a Tipologia Socioespacial como referência.

Link Original: E-book Análise Social do Território

3 respostas em “E-book Análise Social do Território

  1. It is actually a nice and helpful piece of information. I am happy that you simply shared this helpful information with us. Please stay us informed like this. Thank you for sharing. cdfdcdagagfk

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s