PPCUB 2013 : O QUE VOCÊ PRECISA SABER

URBANISTAS POR BRASÍLIA

PLC 078/2013 – PPCUB

 

Vera Ramos 

Arquiteta e Urbanista 

Brasília, setembro de 2013

O novo PLC do Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico de Brasília – PPCUB apresenta uma organização mais coerente e expõe com clareza a concepção do plano urbanístico de Brasília, seus valores universais e as escalas urbanas – objeto da proteção. A preservação da cidade é tratada com base nas escalas tombadas, corrigindo a fragmentada abordagem anterior e, em decorrência disso, as Áreas de Preservação são reestruturadas.

 Entretanto, permaneceram no texto propostas anteriores que podem acarretar significativas transformações nas características e funções das escalas urbanas de Brasília e na qualidade de vida de seus moradores e usuários.

Permaneceram as muitas expressões imprecisas que dificultam o entendimento e possibilitam interpretações subjetivas, bem como a falta de transparência quanto aos parâmetros urbanísticos alterados, problemas que seriam resolvidos com a inclusão de um Glossário com as devidas conceituações e…

Ver o post original 514 mais palavras

2 respostas em “PPCUB 2013 : O QUE VOCÊ PRECISA SABER

  1. Ainda bem que essa FARSA do tombamento de Brasília está para acabar. O interessante, a pseudo ONG Urbanistas por Brasília alega que Oscar Niemeyer não era contra o tombamento. Eu queria saber aonde ele não era CONTRA, entrevistei ele por diversas vezes, e ele afirmou com todas as palavras. EU SOU CONTRA O TOMBAMENTO DE BRASÍLIA. E que as pseudos entidades que se julgam representar a sociedade organizar MENTEM. Detalhe, ele odiou que um governador biônico, indicado por um presidente MILITAR, portanto nem houve um debate democrático. E pior, apareceu do nada o ex-genro do Oscar Niemeyer, que se julga dono de Brasília, que fora ameaçado de morte por causa disso. Até aonde eu sei, conheço pessoas que tiveram suas grades cortadas e ameaçados com armas pela PM da época. Espero mesmo que o tombamento seja extinto. Pois antes do tombamento a cidade estava preservada. Hoje está largada. Pior, todos os renomados arquitetos mundiais são unânimes, o projeto de Brasília já nasceu fracassado, pois tentaram plantar uma cidade com conceito europeu numa cidade tropical. Nem mesmo a cidade de Le Corbusier saiu do papel na Europa, pois o próprio arquiteto percebeu o erro. Só no Brasil que ainda não caiu a ficha. A cidade não é nem sustentável, não é acessível, não é ambientalmente correta, e segrega seu povo. Só a Burguesia apoia o tombamento. E agora inventaram o pior, agora inventam que projetos fora da área tombada de Brasília ameaçam o tombamento. Daqui a pouco os prédios altissimos do Alphaville, as indústrias de Luziânia e o polo Siderúrgico de Águas Lindas de Goias irão colocar o tombamento da cidade em risco. Daqui a pouco vão tombar até o Brasil. Urbanistas por Brasília Não Me Representa. E nem os Conselhos Comunitários Norte e Sul. Essas entidades SEPULTARAM o VLT, Parecem ter alguma afinidade com a família Canhedo, Roriz entre outros.

  2. Gostei de seu comentário. O PPCUB é realmente um projeto extremamente polêmico, assim como a forma de manutenção do tombamento. Não é à toa que a Asa Sul tem o segundo metro quadrado mais caro do país (índice Fipe Zap). O Solo urbano é caro, em uma área central, de baixíssima densidade (menos de 9% da população do DF vivem na RA1, Censo de 2010) e com alta concentração de empregos (cerca de 47% segundo a Codeplan), além é claro da especulação imobiliária sem noção que ocorre em Brasília, a forma rígida e tacanha de preservação só reforça esta situação e os beneficiados são, somente, os que lá habitam. Não há benefício real para o restante da população do DF.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s